Janela Quebrada

Tinta a óleo, tinta acrílica e papel colado sobre tela
Série: Janelas Vivas

90 x 70 x 4 cm
2018
 

Esta tela pertence à série “JANELAS VIVAS” , onde apresento pessoas delimitadas pelo espaço de suas janelas. Através dessa “abertura”, podemos conhecer o mundo de cada personagem e interagir com ele.

Na tela “Janela Quebrada” a personagem se expõe ao sol pela fresta do vidro quebrado. Esse é o contato que ela tem com o mundo lá fora, um mundo claro, colorido e dinâmico, porém desconhecido e assustador. Ela prefere evitar o confronto e se mantem inerte, em sua estagnação emocional, enquanto seu próprio mundo se deteriora pela passagem do tempo. A janela suja e quebrada representa o abandono em que a personagem se encontra enquanto a vida passa.

 

A tela recebeu colagem de textos sobre a temática da obra e sobre eles a pintura foi executada.

© Silvia Brum

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Classic